Garantia Estendida: O que é? Como funciona? Vale a pena?


Se você optar pela garantia estendida de um produto, exija uma cópia do contrato contendo o nome e endereço da seguradora, além dos termos gerais

| 23 de julho de 2018 | 0 Comentários
Garantia Estendida: O que é? Como funciona? Vale a pena?

Se há um termo que está presente em quase todas as situações em que iremos comprar alguma coisa, este termo é: garantia estendida. Curiosamente, a maior parte das pessoas sabe, de forma geral, o que é uma garantia desse gênero. Entretanto, há alguns detalhes que geralmente são negligenciados por parte dos consumidores.

Sendo assim, neste post resolvemos falar em detalhes sobre a garantia estendida. Você ficará sabendo exatamente o que ela é, como funciona e quando realmente vale a pena desembolsar algum valor para contratá-la.

Portanto, não perca essa oportunidade de aprender um pouco mais sobre os seus direitos como consumidor!

O que é Garantia Estendida?

Em um primeiro momento, devemos definir o que é essa tal de garantia estendida que sempre aparece quando desejamos realizar alguma compra.

Sendo assim, comecemos entendendo o que é a garantia legal. Isto é, o direito garantido, por lei, de recorrer, dentro de um período de 90 dias após a compra, caso o produto apresente problemas.

garantia estendida vale a pena

Não contrate uma garantia estendia sem verificar se vale a pena (Foto: Seguro Notícias)

Além disso, temos a garantia contratual, que é o prazo estipulado pelo fabricante do produto para que o cliente possa recorrer a ele em casos nos quais os produtos adquiridos apresentem problemas de ordem técnica.

Agora que temos noção do que são as garantias “normais ou padrão”, podemos definir a garantia estendida como um período de cobertura que é adicionado após o término das garantias legais e contratuais. Para ilustrar imagine o seguinte exemplo:

  • Garantia legal: 90 dias;
  • Garantia contratual: O fabricante de determinado produto garante a assistência técnica por até seis meses;
  • Garantia estendida: Após o término do prazo das duas garantias anteriores, o cliente tem mais um ano de amparo legal dentro das normas do contrato de garantia estendida.

Conforme pôde perceber, a garantia estendida é de fácil compreensão. Todavia, é necessário estar atento aos pontos que discutiremos na próxima seção.

Saiba mais: Getnet: Telefone 0800, App, Suporte, Ouvidoria

Como funciona?

O primeiro passo para ter noção do funcionamento da garantia estendida é adotar o entendimento de que toda garantia tem suas regras. Isto é, não é porque um produto tem garantia, que se pode fazer mau uso dele. Afinal, certas situações não são contempladas nos contratos.

Vamos considerar que a garantia estendida funciona como um seguro. Desse modo, ao adquiri-la, o cliente irá assinar um contrato em que todas as regras da garantia estarão devidamente registradas no documento.

A garantia estendida é limitada apenas às situações presentes no contrato, isentando a seguradora de realizar qualquer ação que não esteja expressa no documento.

É essencial ler todo o contrato para saber se as regras da garantira irão atender às suas necessidades.

Vale a pena?

A resposta para a pergunta sugerida no título acima é apenas uma: depende da situação, do produto, das suas necessidades, enfim, depende. Afinal, existem certos produtos que têm uma vida útil bastante longa, como geladeira ou fogões, por exemplo.



Talvez não seja interessante, nesses casos, contar com uma garantia estendida para um produto que foi feito para não apresentar problemas em médio ou longo prazo.

Em contrapartida, no caso de aparelhos que podem vir a apresentar problemas dentro de um período de até dois anos, como celulares ou computadores, talvez seja uma ideia interessante, revisar o contrato de garantia estendida para saber se valerá a pena ou não. 

garantia estendida

(Foto: Revista Apólice)

Veja também: Trier Suporte Técnico: Telefone de Atendimento, E-mail, Chat Online

Direito do Consumidor

Cabe lembrar que a venda de garantias estendidas é permitida por lei e regulamentada pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados).

Aliás, não se esqueça de ter total consciência dos termos dos contratos de garantia estendida e, obviamente, de todos os direitos e obrigações inerentes à assinatura do documento.

Lembre-se que o Brasil possui um avançado sistema de proteção aos direitos do consumidor. Desse modo, caso você acredite que está sendo lesado, bastará recorrer aos órgãos responsáveis.

Em suma, esta foi uma explicação sobre os cuidados e detalhes envolvidos na contratação de uma garantia estendida. Lembre-se sempre de ler as regras dos contratos para poder fazer valer os seus direitos.



Garantia Estendida: O que é? Como funciona? Vale a pena?
Avalie esta matéria!

Categoria: Letra g

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*